Eu: Universo

Nesse período de isolamento que vivemos o universo interno se tornou espaço de acalanto e reflexão. As noites de sono e o ato de sonhar viram escapatória da realidade atual cheia de incertezas. Trabalhando com a dualidade em seus simbolismos, sol e lua, dia e noite, externo e interno, corpo e mente, essas simbologias se unem formando ilustrações fantasiosas.


Dormindo ou acordado, os sonhos fazem parte do reino do subconsciente, onde a mente se torna livre e portais são criados para outras galáxias. Produzindo outras formas de realidade e abrindo o campo da percepção para a sutileza das mensagens do subconsciente.


O universo feminino a flor da pele, onde o sentir facilita a criação. Trazendo o ato de sonhar como símbolo de coragem e esperança, diante da realidade única que vivemos hoje. Com intento de proporcionar união, reconexão e paz. Assim, seguimos sonhando.



Título: A paz, Jessica Gomes, 21cm x 29,7cm, ilustração digital, Teresina, PI - 2021.



Texto de Jessica Gomes, sobre a serie de ilustrações "Mulheres Universo".

Exposição Entre Partos, 2021.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo